AGRIDOCE


130 Anos Lyrics

Caro é transformar-se num arremedo de si próprio a ponto de nem se reconhecer mais
Hoje eu tenho 130 anos, isso não estava nos meus planos
Você sabe, a desordem é tenaz.

Tantos laços, tantas amarras
Os controles, pretensões
Nada adianta se o vento não soprar

Esse vento sob minhas asas,
Eu não mando mais em nada.
Sei que é alto, mas eu vou pular

O que todos vão dizer
E aonde vão chegar
Nem os olhos podem ver

Decidido, eu não volto pra casa
Ao lar, ao corpo e todas as palavras
Que a vontade, conseguir pensar.

Segue o vento sob minhas asas
Eu não mando mais em nada
Sei que é alto mas eu vou pular

O que todos vão dizer
E aonde vão chegar
Nem os olhos podem ver

Correct these lyrics

Watch Agridoce 130 Anos video
Hottest Lyrics with Videos
59fddd3fa27c2877809384a23b7ac07a

check amazon for 130 Anos mp3 download
these lyrics are submitted by musixm

Songwriter(s): Priscilla Novaes Leone, Martin Mendonca
Record Label(s): 2011 Deckdisc
Official lyrics by

Rate 130 Anos by Agridoce (current rating: N/A)
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
Meaning to "130 Anos" song lyrics no entries yet
required
capthca required

Characters count
: min. 50 characters