Vans Preto
Yung Lixo
Vans Preto video

YUNG LIXO


Vans Preto Lyrics

[Letra de “Vans Preto”]

[Intro: Maicon Küster]
Mano, quem que é esse cara aí, mano? Ele usa essas roupa aí, mas que porra é essa aí? YUNG LIXO é o nome do cara, então. Não é o tipo de coisa que eu ouviria assim na minha casa com os meus amigos. Cara, eu não sei, eu realmente não gosto. Não acho uma coisa uma boa. Na realidade, eu acho bem merda, tá ligado? Mas de boa, né, mano? Os caras são livres, né?

[Refrão: YUNG LIXO]
Vans preto, sem medo
Camisa de anime, não me arrependo
Estilo diferente, não é nada gueto
O verso mexe as mina tipo dois dedo
Vans preto, sem medo
Camisa de anime, não me arrependo
Estilo diferente, não é nada gueto
O verso mexe as mina tipo dois dedo

[Pós-Refrão: YUNG LIXO]
Vans Preto, Vans Preto, Preto...
Vans Preto, Vans Preto, Preto...
Vans Preto, Vans Preto, Preto...
Vans Preto!

[Verso 1: YUNG LIXO]
Todo mundo é crítico, quer rap de mensagem
Não gosta do que eu te digo porque eu falo só bobagem
Reclama do meu estilo, acha que eu tô de sacanagem
Até tomar um tiro me confundido com uma miragem
Acha que o que eu visto vai mudar minha qualidade
Acha que o que eu digo tá estragando a minha imagem
Enquanto isso eu rimo e multiplico a porcentagem
De homenagem que eu recebo por tirar tua camuflagem
Pra quem tá chateado que eu cheguei tão longe
Eu não podia tá cagando mais do que eu tô hoje
Tem tanto problema com meu som, então, não ouve
Mas aceita que tem mais homem criando nome

[Refrão: YUNG LIXO]
Vans preto, sem medo
Camisa de anime, não me arrependo
Estilo diferente, não é nada gueto
O verso mexe as mina tipo dois dedo
Vans preto, sem medo
Camisa de anime, não me arrependo
Estilo diferente, não é nada gueto
O verso mexe as mina tipo dois dedo

[Pós-Refrão: YUNG LIXO]
Vans Preto, Vans Preto, Preto...
Vans Preto, Vans Preto, Preto...
Vans Preto, Vans Preto, Preto...
Vans Preto!

[Verso 2: YUNG LIXO]
Filho da puta, se eu te pego na rua
A treta vai ser dura e vai acabar na viatura
Eu nunca vou abrir mão de porra nenhuma
Tá com inveja pra caralho, então, mama, vagabunda
Lembrei de ti há um ano atrás
Me ignorou na cara dura, rapaz, isso não se faz
Depois da fama, a inveja já ficou demais
Agora, eu te ignoro, fia da puta, corre atrás
A velha história da Mitologia Grega
Odisseia da minha vida é destruir os Zé Buceta
Aqui não é o Homero, mas a lírica é violenta
Então, fica quieto, vagabundo, e te senta

[Pré-Refrão: YUNG LIXO]
Falava muito, mas com um verso te calei
Falava muito, mas com um verso te calei
Falava muito, mas com um verso te calei
Cala a boca aí, meu rei, que eu já te derrubei

[Refrão: YUNG LIXO]
Vans preto, sem medo
Camisa de anime, não me arrependo
Estilo diferente, não é nada gueto
O verso mexe as mina tipo dois dedo
Vans preto, sem medo
Camisa de anime, não me arrependo
Estilo diferente, não é nada gueto
O verso mexe as mina tipo dois dedo

Watch Yung Lixo Vans Preto video
Hottest Lyrics with Videos
e20766f17057902fc660bb7c473bcb66

check amazon for Vans Preto mp3 download
these lyrics are submitted by itunes3
browse other artists under Y:Y2
Songwriter(s): YUNG LIXO

Official lyrics by

Rate Vans Preto by Yung Lixo (current rating: 8.22)
12345678910
Meaning to "Vans Preto" song lyrics
captcha
Characters count : / 50