MILTON NASCIMENTO


Raca Lyrics

Lá vem a força, lá vem a magia
Que me incendeia o corpo de alegria
Lá vem a santa maldita euforia
Que me alucina, me joga e me rodopia

Lá vem o canto, o berro de fera
Lá vem a voz de qualquer primavera
Lá vem a unha rasgando a garganta
A fome, a fúria, o sangue que já se levanta

De onde vem essa coisa tão minha
Que me aquece e me faz carinho?
De onde vem essa coisa tão crua
Que me acorda e me põe no meio da rua?

É um lamento, um canto mais puro
Que me ilumina a casa escura
É minha força, é nossa energia
Que vem de longe prá nos fazer companhia

É Clementina cantando bonito
As aventuras do seu povo aflito
É Seu Francisco, boné e cachimbo
Me ensinando que a luta é mesmo comigo

Todas Marias, Maria Dominga
Atraca Vilma e Tia Hercília
É Monsueto e é Grande Otelo
Atraca, atraca que o Naná vem chegando

Correct these lyrics

Watch Milton Nascimento Raca video
Hottest Lyrics with Videos
8737fc723b9283302acbaf4524f6118c

check amazon for Raca mp3 download

Songwriter(s): Milton Silva Campos Nascimento, Fernando Rocha Brant
Publisher(s): Tres Pontas Edicoes Musicais Ltda, Nascimento Edicoes Musicais
Record Label(s): 1976 UMG Recordings, Inc
Official lyrics by

Rate Raca by Milton Nascimento (current rating: N/A)
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
Meaning to "Raca" song lyrics no entries yet
required
capthca required

Characters count
: min. 50 characters