MARIZA


Transparente Lyrics

Com o a água da nascente
Minha mão é transparente
Aos olhos da minha avó.

Entre a terra e o divino
Minha avó negra sabia
Essas coisas do destino.

Desagua o mar que vejo
Nos rios desse desejo
De quem nasceu para cantar.

Um Zambéze feito Tejo
De tão cantado q'invejo
Lisboa, por lá morar.

Vejo um cabelo entrançado
E o canto morno do fado
Num xaile de caracóis.

Como num conto de fadas
Os batuques são guitarras
E os coqueiros, girassóis.

Minha avó negra sabia
Ler as coisas do destino
Na palma de cada olhar.

Queira a vida ou que não queira
Disse deus à feiticeira
Que nasci para cantar.

Correct these lyrics

Watch Mariza Transparente video
Hottest Lyrics with Videos
4e5170973187a27d9638028eed05e541

check amazon for Transparente mp3 download
these lyrics are submitted by musixmatch3

Songwriter(s): Paulo Lima, Rui Veloso
Publisher(s): S.p.a.(Sociedade Portuguesa De Autores)
Record Label(s): 2005 World Connection
Official lyrics by

Rate Transparente by Mariza (current rating: N/A)
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
Meaning to "Transparente" song lyrics no entries yet
required
capthca required

Characters count
: min. 50 characters