BEZERRA DA SILVA


Defunto Caguete Lyrics

Mas é que fui num velorio velar um malandro
Que tremendo decepção
Eu bati que o esperto era rico e legal
Ele era do time da intregação
O bicho esticado na mesa
Era dedo nervoso e eu não sabia
Enquanto a malandragem fazia a cabeça
O indicador do defunto tremia

Era caguete sim . Era caguete sim .
Eu só sei que a Policia pintou no velório e o dedão do safado apontava pra mim
Era caguete sim. Era caguete sim .
Eu já vi que a Policia rochou no velório e o dedão do coruja apontava pra mim

Caguete é mesmo um tremendo canalha
Nem morto não dá sossego
Chegou no inferno entregou o Diabo
E lá no céu caguetou São Pedro

Ainda disse que não adianta
Por que a onda dele era mesmo entregar
Quando o caguete é um bom caguete
Ele cagueta em qualquer lugar

Era caguete sim . Era caguete sim .
Eu só sei que a Homens pintou no velorio e o dedão do safado apontava pra mim
Era caguete sim . Era caguete sim .
Eu já vi que a Policia rochou no velorio e o dedão do sujeira apontava pra mim

Correct these lyrics

Watch Bezerra Da Silva Defunto Caguete video
Hottest Lyrics with Videos
ef3c081f70ecfa03d494fd8be816e6c0

check amazon for Defunto Caguete mp3 download
these lyrics are submitted by musixm

Songwriter(s): Adelzonilton Barbosa da Silva, Ubirajara Lucio Rocha da Silva, Francisco Souza Teixeira
Record Label(s): 1984 BMG BRASIL LTDA
Official lyrics by

Rate Defunto Caguete by Bezerra Da Silva (current rating: N/A)
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
Meaning to "Defunto Caguete" song lyrics no entries yet
required
capthca required

Characters count
: min. 50 characters