Loucos De Lisboa
Ala Dos Namorados
Perdidamente Solta-Se O Beijo

ALA DOS NAMORADOS


Loucos De Lisboa Lyrics

Parava no café quando eu lá estava
Na voz tinha o talento dos pedintes
Entre um cigarro e outro lá cravava
a bica, ao melhor dos seus ouvintes

As mãos e o olhar da mesma cor
Cinzenta como a roupa que trazia
Num gesto que podia ser de amor
Sorria, e ao partir agradecia

{Refrain:}
São os loucos de Lisboa
Que nos fazem duvidar
A Terra gira ao contrário
E os rios nascem no mar

Um dia numa sala do quarteto
Passou um filme lá do hospital
Onde o esquecido filmado no gueto
Entrava como artista principal
Compramos a entrada p'ra sessão
Pra ver tal personagem no écran
O rosto maltratado era a razão
não aparecer pela manhã

{au Refrain}

Mudamos muita vez de calendário
Como o café mudou de freguesia
Deixamos de tributo a quem lá pára
Um louco a fazer-lhe companhia

E sempre a mesma posse o mesmo olhar
De quem não mede os dias que vagueam
Sentado la continua a cravar
Beijinhos as meninas que passeiam.

{au Refrain}

Watch Ala Dos Namorados Loucos De Lisboa video
Hottest Lyrics with Videos
1fa22903e0a400615e4a550738ba34fa

check amazon for Loucos De Lisboa mp3 download
browse other artists under A:A2A3A4A5A6A7A8A9A10A11A12A13A14
Songwriter(s): joao gil
Record Label(s): 2013 Farol M sica, Lda
Official lyrics by

Rate Loucos De Lisboa by Ala Dos Namorados (current rating: 7.58)
12345678910
Meaning to "Loucos De Lisboa" song lyrics
captcha
Characters count : / 50