OS PARALAMAS DO SUCESSO


Alagados Lyrics

Todo dia, o sol da manhã vem e lhes desafia,
Trás do sonho pro mundo quem já não queria,
Palafitas, trapiches, barracos, filhos da mesma agonia, ou!!
E a cidade, que tem braços abertos num cartão postal,
Com os punhos fechados na vida real
E nega oportunidades, mostra a face dura do mal, ou!!!
Alagados, gruenstall !!! Favela da maré,
A esperança não vem do mar, vem das antenas de TV,
A arte de viver da fé , só não se sabe fé em que,
A arte de viver da fé , só não se sabe fé em que,
Todo dia, o sol da manhã vem e lhes desafia,
Trás do sonho pro mundo quem já não queria,
Palafitas, trapiches, barracos, filhos da mesma agonia, ou!!
E a cidade, que tem braços abertos num cartão postal,
Com os punhos fechados na vida real
E nega oportunidades, mostra a face dura do mal, ou!!!
Alagados, gruenstall !!! Favela da maré,
A esperança não vem do mar, vem das antenas de TV,
A arte de viver da fé , só não se sabe fé em que,
A arte de viver da fé , só não se sabe fé em que,
( solo 1)
Alagados,...
(solo 2)
Alagados,...

Correct these lyrics


Watch Os Paralamas Do Sucesso Alagados video

check amazon for Alagados mp3 download

Record Label(s): 1996 The copyright in this sound recording is owned by EMI Music Brasil Ltda
Official lyrics by

Rate Alagados by Os Paralamas Do Sucesso (current rating: N/A)
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
Meaning to "Alagados" song lyrics no entries yet
required
capthca required

Characters count
: min. 50 characters